Como escolher o buquê de noiva

Publicado em 29 de outubro de 2015

AP_2146_Post_Nilma_29_quinta

Na composição do look, o buquê da noiva é tão importante quanto o vestido, o sapato, a maquiagem e o cabelo. Por ser um acessório que deve estar em harmonia com os todos os outros elementos do visual da mulher, ele também merece atenção. Mas, com a grande variedade existente do acessório, muitas noivas podem ficar em dúvida na hora de escolher. Portanto, reunimos os principais tipos de buquês para auxiliá-las.

Redondo

Além de ser simples, ao mesmo tempo em que é elegante e tradicional, esse estilo combina com diferentes tipos de casamentos e vestidos. Para que as flores se encaixem perfeitamente ao formato, é necessário que elas também sejam redondas. Então, na hora de escolhê-las, é preciso ficar atenta.

 Braçada

Conhecido também como buquê de braço, o modelo é elaborado com folhagens e flores de haste longa e a noiva o carrega no antebraço. Supermoderno, o buquê braçada é uma ótima opção para casamentos mais contemporâneos. As flores recomendadas para formá-lo são lírios, orquídeas, rosas de haste longa e delfínios. Para dar o toque final, as hastes do buquê podem ficar à mostra ou cobertas com flores.

 Cascata

Desenhado para que as flores formem uma cascata caindo sobre a mão da noiva, também é conhecido como “buquê chuveiro” e é o modelo considerado mais formal e tradicional. Além de poder ser montado com diversos tipos de flores, esse foi o modelo usado pela Princesa Diana. Literalmente digno de princesa.

 Assimétrico

Tradicionalmente, esse estilo de buquê é formado mais por folhagens do que por flores. Como seu formato não segue regras, é possível brincar bastante na hora da montagem. Se feito em tamanho menor, pode ser carregado pelas madrinhas.

 Esfera

Além de ser o modelo ideal para noivas que irão se casar durante o dia, pode ser uma opção de elemento que ficará suspenso na decoração. As flores usadas nesse buquê devem ser todas do mesmo tamanho.

 Ramalhete

Bastante delicado, combina perfeitamente com casamentos ao ar livre, ou para madrinhas, e podem ser montados com grande variedade de flores. Algumas que combinam muito bem são: rosas, gérberas, tulipas e peônias.

Tags:

Tipos de tecidos de vestido de noiva

Publicado em 21 de outubro de 2015

AP_2146_Post_Nilma_20_terca

Ao ser pedida em casamento, a primeira coisa que toda noiva sonha é como vai ser o vestido! E nós sabemos que, apesar de ser o item mais importante para a maioria das mulheres, ele é também o que mais pode gerar dúvidas e insegurança.

Pensando nisso, decidimos escrever esse post para esclarecer várias dúvidas a respeito de diferenças de um fator determinante na hora de escolher o modelo dos sonhos: o tecido do vestido.

Renda

Unanimidade entre as noivas, a renda possui diversos tipos e modelos diferentes, cada um com um caimento específico.

Renda Chantilly

Este estilo de renda é mais macio e proporciona ao vestido um caimento mais leve e fluído. Muito delicada, sua transparência e qualidade são dignas de princesas.

Renda Renascença

O modelo Renascença é de uma renda nacional, produzida no Nordeste do Brasil. Superestruturado, o tecido possui caimento armado e sem muita transparência.

Renda Soutache

Assim como a Renda Chantilly, possui a base bastante delicada, mas seu acabamento é feito com um fio chamado Soutache, que é mais encorpado e dá ao vestido um caimento com mais estrutura.

Tule

O tule é um tecido sintético (a exceção fica apenas para o tule de seda), ideal para vestidos estilo princesa.

Tule de seda

O tule de seda é um tecido bem fino e combina muito bem com saias que possibilitem movimento. Ele é um dos tecidos mais transparentes.

Tule francês

Apesar de ser bem fino e leve, o tule francês proporciona ao vestido um visual volumoso e, ao mesmo tempo, transparente. Mas, se usado em menor quantidade, também pode dar apenas um toque de transparência e delicadeza, caso a noiva deseje destacar algum detalhe do modelo.

Musseline

Vestidos mais delicados e com caimento mais esvoaçante, geralmente, são feitos com musseline. O tecido transparente e levinho, mas com muito brilho, pode ser bastante usado em modelos com drapeados.

Organza

A organza é um tecido transparente que possui um caimento armado. Por isso, é pouco indicado para quem deseja um modelo mais fluído, como para casamentos na praia, por exemplo.

Todos os modelos de vestidos, com todos os tipos de tecidos, você encontra na Nilma Noivas. Confira uma amostra de nossos modelos aqui.

Tags:

Listas alternativas de presentes de casamento

Publicado em 16 de outubro de 2015

AP_2146_Post_Nilma_15_quinta

Muitos dos casamentos realizados hoje em dia são de casais que moram juntos ou que já possuem uma vida independente dos pais. E, para essas pessoas, fazer uma lista tradicional de presentes de casamentos não parece a melhor decisão, uma vez que, provavelmente, a casa em que moram já está mobiliada e possui os acessórios necessários, não é mesmo? Portanto, reunimos alguns tipos de listas alternativas, que podem dar uma boa ajuda para a nova fase da vida do casal.

Lista revertida em dinheiro

Alguns sites permitem elaborar a tradicional lista de presentes, sendo que no final os noivos podem resgatar o dinheiro de tudo o que foi comprado pelos convidados, em vez dos itens propriamente ditos. Uma boa alternativa.

Lista de lua de mel

A lua de mel dos sonhos é o desejo de muitos casais. E aos que possuem esse sonho, uma excelente opção pode ser passar a conta bancária para depósitos, ou então, criar cotas para a lua de mel e nomear os itens de acordo com o roteiro de viagem. Como, por exemplo, champanhe na noite de núpcias, valor x, passeio de gôndola, valor y. A ideia é que, assim como comprar um presente, o convidado adquira algo que poderá ser útil para o casal. Várias agências de viagem oferecem esses serviços.

Doações para ONG

Talvez o tipo de lista alternativa mais bonita, e não tão comum, seja pedir que seus convidados contribuam com ONGs, instituições de caridade ou até mesmo com organizações que eles já possuam vínculos. Se o casal já possui muito, por que não ajudar e demonstrar amor ao próximo?

Tags:

Vestidos de festa

Publicado em 7 de outubro de 2015

AP_2146_Post_Nilma_07_quarta

Tomara que caia, mullet, curto, com decote, com brilho… São tantas as opções de vestidos que a maioria das mulheres sofre um pouco na hora de escolher o modelo ideal para usar em uma festa. Não é mesmo? Para acabar com suas dúvidas, preparamos algumas dicas sobre o assunto.

Primeiramente, na hora de escolher o vestido, é importante levar em conta alguns pontos importantes, entre eles, fatores como o local, horário, clima e o tipo de festa em que você está indo. Com essas informações básicas, já é possível selecionar suas opções e aí, na hora de escolher o modelo, fica mais fácil.

Casamentos diurnos, por exemplo, supercombinam com vestidos de estampas alegres, cores vibrantes e pouco, ou quase nada, de brilhos e pedrarias. Já eventos noturnos, podem ser ideais para ousar na riqueza de detalhes, com tecidos mais rebuscados, com paetês e bordados.

Em festa de casamento, normalmente são aconselhadas peças mais sofisticadas, por serem cerimônias mais importantes e tradicionais. Mas, isso não quer dizer que vestidos curtos estão proibidos para as convidadas. Os longos com bordados luxuosos são os mais indicados para madrinhas e mãe dos noivos. Quanto ao corte e decotes do vestido, é importante lembrar que casamentos, geralmente, acontecem em igrejas e, neste caso, é bom não abusar deles.

Em outros eventos, como festa de 15 anos, por exemplo, convidadas podem usar vestidos curtos, ou na altura do joelho, com o tipo de decote que mais lhe agradam. Os longos devem ficar por conta de familiares, aniversariantes e formandas.

Tags: